As 10 linguagens de programação mais utilizadas no desenvolvimento de games

É inegável que os videogames fazem parte do dia a dia de boa parte das pessoas do mundo, com muitas, inclusive, sonhando em transformar suas ideias de jogos em realidade. E, para este objetivo, é importante saber lidar e utilizar linguagens de programação, que também são parte integrante do processo de criação dessas obras digitais.

Nesse cenário, das milhares de linguagens de programação que existem, algumas em específico acabam se destacando e sendo mais procuradas no mercado de desenvolvimento de games. Sabendo disso, o site Analytics Insight criou uma lista com os dez códigos mais utilizados nesse setor, e o Canaltech compartilha ela a seguir. Confira:

As linguagens de programação mais populares no desenvolvimento de games

C++

Dark Souls é um dos jogos desenvolvidos na linguagem de programação C++. (Imagem: Divulgação/FromSoftware)

A grande maioria das engines usadas para desenvolvimento de jogos — ambientes preparados previamente para criação específica do produto em questão — são programados em C++, com títulos como The Witcher 3, Dark Souls e Elder Scrolls V: Skyrim sendo exemplos disso.

Com isso, um desenvolvedor de games que tenha conhecimento de C++ pode alterar uma engine para melhor satisfazer seus planos e visões dentro da ideia de sua ideia para o jogo.

Java

A Unity, a engine de criação de jogos 3D open-source mais popular do mundo, é totalmente compatível com o Java, tornando essa linguagem de programação uma das habilidades mais requisitadas para desenvolvedores de games.

A partir das funções do Java, desenvolvedores podem manipular e modificar as criações na Unity muito além do previsto pelas ferramentas básicas da engine, podendo assim até mesmo criar jogos como o Minecraft, um verdadeiro marco de liberdade e complexidade nos jogos.

C#

Pokémon Go conta com desenvolvimento na linguagem de programação C#. (Imagem: Reprodução/The Pokémon Company)

Embora não tão utilizada em engines quanto o C++, o C# também está presente em boa parte desses ambientes, permitindo também para quem tiver habilidade com a linguagem de programação uma maior liberdade em como desenvolver soluções nela.

Destacamos que a Unreal Engine, usada na maioria dos grandes lançamentos para todos os consoles atuais do mercado, além de títulos populares como Fortnite, é compatível através de um plugin com a C#, tornando o conhecimento dessa linguagem algo muitas vezes procurado no mundo dos games – e o que faz ela ser utilizada em jogos como Pokémon Go, por exemplo.

HTML

A quinta versão do HTML, o HTML5, adicionou as capacidades da linguagem de marcação várias formas de criar aplicações além de sites, o que permite que desenvolvedores possam utilizar o código para criação de jogos de navegadores.

Além disso, o HTML5 também conta com compatibilidade com o JavaScript, permitindo utilização de recursos mais complexos presentes na outra linguagem.

CSS3

Ainda relacionado a jogos para navegadores, o CSS funciona em conjunto com o HTML para controlar melhor os visuais do jogo. E, combinado com o JavaScript, os três tipos de códigos permitem a criação de games cheio de funções e mais complexos do que as famosas aplicações em flash de uns anos atrás, por exemplo.

CUDA-C

A CUDA-C é muito utilizada em jogos 3D, já que seus núcleos permitem a renderização realista de ambientes tridimensionais. Além disso, o código é bem otimizado, e permite que esses gráficos sejam renderizados com iluminação e cores vivas sem exigir muito processamento, o que em troca gera uma taxa de quadros mais alta.

Lua

Conhece Angry Birds? O jogo mobile sensação de alguns anos atrás foi desenvolvido na Lua, uma linguagem de programação compatível com várias plataformas e que conta com uma sintaxe muito simples – o que fez com que ela, depois do sucesso do jogo dos passáros bravos, se tornasse uma popular opção para jogos para smartphones até hoje.

Python

O Python não é muito utilizado nas versões lançadas ao público de jogos — o seu uso na indústria é em especial para desenvolvimento rápido de protótipos de games, sejam em 2D ou 3D.

Como o processo de desenvolvimento de jogos não é a criação direta dos títulos, o Python se torna uma importante habilidade para testes de ideias e conceitos para os games.

JavaScript

O JavaScript também tem espaço no desenvolvimento de jogos. (Imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Uma das linguagens mais populares do mundo, o JavaScript conta com uma poderosa implementação conjunta com o HTML5, além de vários repositórios e bibliotecas que permitem o desenvolvimento de jogos com gráficos satisfatórios.

Para quem quer criar seu próprio game, ela é uma ótima opção, tanto para projetos de pequeno escopo quanto para os de grande.

Swift

A linguagem de programação Swift vem aos poucos se tornando muito procurada no meio de desenvolvimento de jogos, já que o código conta com inúmeras ferramentas que facilitam o desenvolvimento de texturas visuais de jogos, físicas de movimento, animações e colisões em ambientes virtuais.

Além disso, para desenvolvedores de iOS, a linguagem é a mais utilizada na criação de aplicativos, o que também a torna algo importante no desenvolvimento de jogos mobile para essas plataformas.

Fonte: Analytics Insight

Salvador Tech é um site especializado em conteúdo on-line nas areas de tecnologia e afins…

Inscreva-se

Receba a nossa newsletter e fique por dentro de tudo o que acontece na cidade.

© 2021 – Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Emprego e Renda. Site: www.semdec.salvador.ba.gov.br Ladeira do Boqueirão – Santo Antonio, Salvador – BA, 40301-155 | Telefone: (71) 3202-7900 |